Category Archives: Técnica de Fotografia

Costa de Sintra e Cascais. Uma Visão Dramática

Enseada da Biscaia. Acessível apenas com cordas que os pescadores fixaram nas arribas, numa descida íngreme e escorregadia. São 150 mt. de desnível desde o cume.
 

Helio Cristovao Fotógrafo Black White Dramatic Landscape Photography Biscaia Portugal Sintra Cascais Photography Cape Roca Cabo da Roca Selvagem

Leave a comment

Vendo Nikon D300 + Punho + Acessórios

VENDO:

Nikon D300 + punho MB-D10
Objetiva Nikon 12-24mm f/4 (VENDIDA)
3 baterias EN-EL3e
Carregador Hahnel
Acessórios

 

INTRODUÇÃO:

A D300 foi introduzida em 2007. Superou a D2x em formato APS, foi altamente recomendada pela DPreview e Thom Hogan, um máquina premiada como câmara do ano pela Popular Photography Magazine e distinguida com o título TIPA melhor câmara “avançada” D-SLR da Europa em 2008.

Isto foi o que a DPreview disse em 2008: «There is price, but sometimes the best products demand a premium and the D300 is no exception. Nikon’s biggest problem now will be bettering the D300; it raises the bar to a new high, and represents the state of the art despite strong competition from the likes of Canon, Sony and Olympus. There’s simply no better APS professional digital SLR on the market»

A óptica 12-24mm f/4 é uma referência nas ultra grande angulares zoom para sensores DX. ‘A primeira objectiva em todo o mundo com o círculo de imagem optimizado para o formato sensor APS das SLR Nikon’. Excelente nitidez e contraste em todas as aberturas, definição SOBERBA a f/8. Quem conhece o meu trabalho já teve oportunidade de ver ampliações de mais um metro com nitidez e cores excelentes feito com este equipamento.

 

AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

Nikon D300 + AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

Nikon D300 + AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

Nikon D300 + AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

Nikon D300 + AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

Nikon D300 + AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

AF-S Zoom-Nikkor ED 12-24mm f/4G IF DX

En EL3e battery

 

ESTADO:

A D300 é de 2008 e tem 87900 disparos (testado de fábrica para 150.000 e pode ir até 250.000+)

Algum deste material tem apenas marcas de uso. Mecânica / óptica / manutenção tudo em perfeito estado de funcionamento. Nunca deu problemas.

Esta câmara foi usada em fotografia de natureza e como segundo corpo em trabalho de reportagem.

Baterias: em excelente estado.

 

VALOR:

680€

 

Negociável.

Possível troca por ópticas Só Nikon:

  • 85mm f/1.4 AF-D
  • 85mm f/1.4 Ai-S
  • AF-S 14-24mm f/2.8
  • AF 17-35 f/2.8 ED

INTERESSADOS: 

Podem deixar vosso feedback aqui no blog ou contactar:

918 238 779

e-mail: contacto@hcristovao.ptws.net

 

 

LINKS:

 

Tagged , , , | 9 Comments

Pirâmide de Granito. Parque Natural Sintra Cascais

 

“Seeing is not enough; you have to feel what you photograph” Andre Kertesz

 

Porque todos os dias devem ser especiais, e em véspera do dia da Liberdade, proponho conhecer o meu novo trabalho, também relacionado com uma liberdade tal, seja criativa, seja imaginação a funcionar, enfim… a libertação do nosso olhar, conseguindo realizar na fotografia o que não vemos!

Posso percorrer exactamente os mesmos caminhos durante anos. E percorro. Mas as paisagens e os motivos são sempre diferentes. As Forças da Natureza ergueram uma pirâmide sedutora, que fotografei durante a madrugada num tempo de exposição de 300 segundos com objectiva Nikkor 20mm f/2.8

Aproveito para relembrar que imagens deste género serão abordadas no próximo Workshop de Maio 2012. Venha fazer parte do nosso mundo. Vamos transportá-lo à fantástica fotografia costeira nos territórios paradisíacos da Costa Vicentina. É uma iniciativa conjunta de Lightscapes In Nature e Arte Natureza Fotografia, ao cargo dos fotógrafos Marco Santos Marques e Hélio Cristóvão (Je).

 

Helio Cristovao Sintra Cascais Cabo da Roca Fotografia Longa Exposição

Pirâmide de Granito. Parque Natural Sintra Cascais

 

Also posted in Paisagem | Tagged , , , | 1 Comment

Hundred photos out of focus are a style

 

«One photo out of focus is a mistake, ten photos out of focus are an experimentation, one hundred photos out of focus are a style» Author Unknown

 

Simples. Minimalista. Exposições Múltiplas. Longas. Sem filtros. Edição mínima.

 

Mar Fotografia Multipla Exposição Exposure Helio Cristovao

 

Mar Fotografia Paisagem Multipla Exposição Exposure Helio Cristovao

 

Mar Por do Sol Fotografia Multipla Exposição Exposure Helio Cristovao

 

Mar Fotografia Multipla Exposição Foco Bokeh Exposure Helio Cristovao

 

Mar Fotografia Cabo da Roca Azul Noite Exposure Helio Cristovao

Fotografias realizadas com objectivas Nikkor 20mm f/2.8, 28mm f/2.8 e 50mm f/1.4. Digital. Tripé

Also posted in Paisagem | Tagged , , | 3 Comments

Alinhamento da Lua – Vénus – Júpiter – Fevereiro 2012

PARTE 1

Crescent Moon, Venus and Jupiter triple align

peak at February 26th

 

«On Saturday and again Sunday, Venus, Jupiter and Earth’s moon converge for a brilliant night show. Venus and Jupiter already are lining up in the western sky. In mid-February, the two planets were 20 degrees apart from a viewing perspective. The gap narrows to 10 degrees by month’s end.

A crescent moon joins the show this weekend for a triple combination. The celestial encounter will be visible from around the world at twilight. The moon will appear closer to Venus on Saturday and closer to Jupiter on Sunday.

The moon then retreats from view, but Venus and Jupiter keep drawing closer. The two planets will be just 3 degrees apart by mid-March».

In TheStar.com

Jupiter Venus Moon Alignment February 2012 Astronomy Night Photography
Fonte: Earthsky.org

«Use the moon to verify that you’ve found Venus in late February 2012, as the thin lunar crescent passes close to Venus on the evenings of February 24 and 25 and 26. Best yet, Mercury will be returning to the evening sky in this part of February, so you can draw an imaginary line from Jupiter through Venus to locate Mercury near the horizon about 45 to 75 minutes after sunset. We tell you more about Mercury below».

Fonte: earthsky.org

 

 

Trabalho de campo: fotografias realizadas em 24 de Fevereiro de 2012

Sintra Mar Praia Ursa Twilight Crepusculo Por-do-Sol Hélio Cristóvão

Pôr-do-Sol com céu limpo mas sempre mágico neste local, anuncia uma noite estrelada, perfeita para fotografar

Sintra Mar Praia Ursa Twilight Crepusculo Por-do-Sol

Magia da luz natural, das cores, do ocaso, do crepúsculo da tarde.

Alignment Moon Venus Jupiter Night Photography Helio Cristovao

Antes das estrelas. Técnica: Tripé, Flashes, Nikkor 20mm 2.8, múltiplas exposições de luz nas rochas

Moon Jupiter Venus Stars Night Sky Praia da Ursa Fotografia Photography Helio Cristovao

Júpiter, Vénus, Lua. Pedra da Cruz. 1600ISO 20mm f/2.8

Jupiter Venus Moon Lua Alignment Astro Photography Nikkkor 20mm 2.8

Júpiter, Vénus, Lua. Crop 100%, fotografado com Nikkor 20mm f/2.8

Noite Por-da-Lua Praia Ursa Rochas Mar Fotografia

Para quem não está familiarizado com a situação, o Pôr da Lua acontece muito rápido, à medida que se aproxima do horizonte; a mudança de posição da Lua no céu varia em cada minuto. Técnica: 100mm f/3.3, 3200ISO, Flashes

 

 

 

Also posted in Reportagem | Tagged , , , , | 4 Comments

Fotografia ‘Alma do Mar’

Novidades. Estou a trabalhar em muitas, na parte da minha vida na fotografia de natureza. Parte delas contam com novas fotografias inéditas e nunca publicadas que vão estar por aqui em breve, juntamente com alguma remodelação desta casa… depois de certa ausência em fotos novas pelo site nos últimos tempos. Mas relativamente a este novo trabalho que faz parte do conjunto não o consigo aguentar mais sem o divulgar ao mundo.

Alma do Mar - Praia da Grota ao Guincho e Cabo da Roca Selvagem

Parque Natural Sintra-Cascais. Uma explosão de cores no céu ao Pôr-do-Sol, sob condições raras da quantidade de areia nesta praia, que não se verificava desde há anos.

O que posso dizer sobre esta fotografia? Apenas que ela significa tudo o que procuro ao fotografar paisagem natural, numa paixão continuada e projectos nunca acabados na costa do Cabo da Roca.

 
Se gostam do meu trabalho e se merece partilhem para divulgar:
 

Also posted in Paisagem | Tagged , , | 2 Comments

Forever Nikon

 

Nikon Telephoto AF 70-200 2.8 VR Nikkor ED Plate

Nikon Telephoto AF 70-200 2.8 VR Nikkor ED Plate

Nikon Telephoto AF 70-200 2.8 VR Nikkor ED Plate

Nikon Telephoto AF 70-200 2.8 VR Nikkor ED Plate

Nikon Telephoto AF 70-200 2.8 VR Nikkor ED Plate

Nikon Flash Case SS900

 

Para descontrair do trabalho, apeteceu-me mesmo fotografar, mas para mim. E o que me apeteceu mesmo foi ensaiar a Micro 60mm f/2.8 com o sistema CLS da Nikon, com vários flashes wireless controlados a partir quer dos flashes quer da câmara… Tudo é possível. E fiável, a trabalhar em flash TTL, com este ‘Creative Lighting System‘. As potencialidades são infinitas, e o controle da luz com possibilidades que nunca mais acabam.

Mesa com suportes de luz e uma tela reflectora, tripés, flashes e lentes… e vocês, o que fazem para se divertir?

O que foi usado:

Objectivas Nikkor

  • 28mm f/2.8
  • 50mm f/1.4
  • Micro 60 f/2.8
  • 70-200 f/2.8
  • 3 Flashes (Sb-800 / Sb-900) (Filtros gel p/SB-900)

Also posted in Newsletter | Tagged | Leave a comment

Flash Photography Fundamentals by Wayne Fulton

This content is Copyright © 2010 by Wayne Fulton, I´m sharing as a mention of an important study and subjects for advanced or enthusiast photographers, I consider this articles a very useful resource of theory and learning.

Flash Nikon SB-900 SB-700

Flash Fundamentals – Four Fundamentals We Must Know

 

Other topics that I consider important and interesting subjects:

How Light Meters Work

45 Degree Portrait Lighting Setup

Nikon Commander Remote Wireless Flash System

Comparing properties of speedlights vs studio lights

Methods to Trigger Flashes

Tenth-stop Table – f-stop, shutter speed and ISO in third and half stops.

Nikon TTL history – TTL, D-TTL, iTTL

Speed of flash units for High Speed Photography

 

Many thanks to the author for the comprehensive theory and study presented in this articles.

Tagged , | Leave a comment

My brand new baby

Para mim, a época de preferência pelas ópticas zoom na reflexa digital terminou por agora, à parte da fotografia de natureza e paisagem natural. E para dar lugar a novos trabalhos, novas ópticas. Prime, apenas e só. Espero que me traga muitas alegrias…

 

Nikkor 50mm f1.4 AF-D

 

Nikkor 50mm f 1.4 AF-D

 

Nikkor 50mm f1.4 AF-D

 

Sobre as imagens: Nikon Digital, Nikkor 70-200 f/2.8 VR e 24-70 f/2.8, 3 Flashes wireless, Nikon SB-900, SB-800

 

Tagged , , , | Leave a comment

Filtros na fotografia digital – Parte 3

  • Parte 1 – Filtro UV e Skylight
  • Parte 2 – Filtro Polarizador Circular
  • Parte 3 – Filtro de Densidade Neutra

“Os filtros são úteis. Ou inúteis. Apenas depende da finalidade para a qual os está a usar.” Tom Hogan

Esta sentença resume bem a abordagem ao uso de filtros que o leitor conhecerá nesta série de artigos. Então o que se passa afinal no mundo dos filtros na era digital? Quando se deve utilizar certo tipo de filtros, quais os efeitos e as possibilidades? Qual o filtro a usar para protecção das lentes?

 

Parte 3

Filtro de Densidade Neutra

Filtros ND Neutral DensityO filtro de densidade neutra (‘ND‘, Neutral Density) existe em dois formatos: circular de rosca, ou quadrado para sobrepor à lente, com ou sem suporte adaptador (como por exemplo filtros de série profissional 100x100mm). O efeito é a redução de luz que atravessa para a objectiva, possibilitada por uma constituição de resinas (polyester) ou vidro de absorção, que corta luz na proporção da sua espessura. Há outra construção possível, sendo a combinação de vidro de absorção com revestimento de uma fina película metálica reflectora.

No primeiro caso, a atenuação realiza-se apenas no espectro de luz visível, existindo filtragem na gama UV, enquanto que no segundo, esse tipo de construção é mais permeavél a uma gama de luz mais ampla, incluindo raios UV, podendo desta forma promover melhores resultados na atenuação de luz.

Um bom filtro ND deve ser mesmo neutro, diminuindo luz em igual proporção para toda a gama visível. Por vezes os fabricantes não são muito explícitos quanto à constituição dos seus filtros de densidade neutra, mas por experiência própria, já utilizei filtros ND de igual intensidade, que embora sendo do mesmo fabricante, não facultam resultados consistentes, provocando dominantes de cor.

Estes filtros variam em intensidade de corte de luz desde 1 ponto de exposição (stop ou EV) até 4, 6 ou 8 pontos de exposição, sendo estes os mais utilizados. Existem no entanto filtros de densidade neutra mais “fortes”, entre eles o lançado em Março de 2010 pela Lee Filters – o “Big Stopper” (10 stop) – ou o disponível na Cokin, nº 156 (NDX), que corta 13 stop de luz!

 

À-de-Baracrim, Parque Natural da Costa Vicentina e SW. Alentejano. Com um filtro ND de 10stop, aumento o tempo de exposição a meio da tarde, para 1 minuto, a f/19 100ISO

A aplicação prática da diminuição da intensidade da luz traduz-se em maior flexibilidade na relação de abertura e tempo de exposição, independentemente de existir muita luz disponível. O objectivo é obturar em velocidades mais lentas, surgindo diversas aplicações possíveis:

  • Fotografar com velocidade mais baixa com plena luz do dia possibilitando efeitos de arrastamento, em folhagem, água ou nuvens, entre outros motivos; Por exemplo, em condições de luz do Sol a meio do dia um disparo resulta em velocidade aproximada de 1/125s, no entanto, com filtro 1.2 (4 stop) reduz-se a velocidade para 1/15s, própria para causar efeitos de movimento de água numa cascata, por exemplo;
  • Fotografia de retrato: quando há muita luz disponível, e mesmo assim se pretende fotografar com grande abertura, potenciando o desfoque de fundo na imagem, pode ser utilizado o filtro ND para minimizar o tempo de exposição e permitir a abertura necessária;
  • Longas exposições em fotografia urbana/arquitectura: para evitar a presença de pessoas numa imagem de arquitectura ao fotografar, por exemplo, num local turístico, pode-se optar por uma exposição longa de vários segundos, o resultado é o desvanecimento de pessoas, que serão suprimidas na fotografia;
  • Diminuição de luz em fotografia com flash com velocidades “baixas” de sincronização.

Cabo da Roca, Parque Natural Sintra-Cascais. A utilização de um filtro ND permitiu expor a fotografia durante 20 segundos (f/19 400ISO), acentuando o efeito de movimento das ondas no mar

Mais considerações sobre filtros ND:

  • Máximo cuidado no manuseamento, pois riscam com facilidade;
  • Concebidos em vidro ou resina (polímeros), sem revestimento;
  • O filtro na minha mala é de factor 1.2, absorvendo 4 stop de luz, e já me deixa uma margem de manobra considerável, mas pretendo a aquisição de um filtro de factor ainda mais elevado;
  • Nem tudo é perfeito no uso do ND, e caso o filtro não seja mesmo neutro, a sobreposição com outro filtro ND (gradiente ou não) confere à imagem fortes dominantes de cor, geralmente magenta.

Uma tabela de conversão será útil ao leitor ao trabalhar com filtros ND em campo, na hora de calcular a exposição:

Velocidades de Obturação em função de redução de luz em Pontos de Exposição (Stop, EV)
Medição original do Exposímetro 1/250 1/125 1/60 1/30 1/15 1/8 1/4 1/2 1s 2s 4s 8s 15s 30s
0.3 ou ND2 (1 stop) 1/125 1/60 1/30 1/15 1/8 1/4 1/2 1s 2s 4s 8s 15s 30s 1m
0.6 ou ND4 (2 stop) 1/60 1/30 1/15 1/8 1/4 1/2 1s 2s 4s 8s 15s 30s 1m 2m
0.9 ou ND8 (3 stop) 1/30 1/15 1/8 1/4 1/2 1s 2s 4s 8s 15s 30s 1m 2m 4m
1.2 (4 stop) 1/15 1/8 1/4 1/2 1s 2s 4s 8s 15s 30s 1m 2m 4m 8m
10 stop (exemplo: Lee Big Stopper) 4s 8s 15s 30s 1m 2m 4m 8m 16m 32m 1h 4m 2h 8m 4h 16m 8h 32m
ND10000 (13 stop) (exemplo: Cokin nº156) 30s 1m 2m 4m 8m 16m 32m 1h 4m 2h 8m 4h 16m 8h 32m 17h 4m 1d 10h 8m 2d 20h 16m
ND1000000 (20 stop) 1h 4m 2h 8m 4h 16m 8h 32m 17h 4m 1d 10h 8m 2d 20h 16m 5d 16h 32m 11d 9h 4m 22d 18h 8m 45d 12h 16m 91d 32m 182d 1h 4m 1 ano

 

Fazer o Download da Tabela de conversão de Filtros 'ND'

Tagged , , , , , | Leave a comment